Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A veterinária

Informação sobre saúde animal para tutores.

Atenção à processionária (lagarta do pinheiro)!

10.08.20 | A veterinária

lagarta-pinheiro-processionaria-veterinaria.png

A lagarta do pinheiro (Thaumetopoea pityocampa schiff) também conhecida como processionária é bastante comum em Portugal e pode provocar reacções alérgicas em animais de companhia (e em nós também).

O ciclo de vida tem duas fases: a fase adulta que é aérea e a de pupa que é subterrânea. Normalmente, entre Janeiro e Maio as lagartas descem dos pinheiros e formam carreirinhos em direção ao solo. É nesta fase que é mais provável o contacto com cães que andem a passear com os donos.

Os pelos das lagartas são urticantes e, em contacto com a pele, olhos e mucosas provocam reacções alérgicas. Assim, a reação alérgica pode ocorrer por contacto com os ninhos nas árvores ou a lagarta ou simplesmente por contacto com os seus pelos que se dispersam no ar.

O aparecimento de sintomas pode ocorrer alguns minutos depois ou até alguns dias depois mas, caso o seu animal tenha contactado com este insecto deve contactar um veterinário de imediato.

Normalmente, os cães contactam com a lagarta através da boca, podendo lamber a lagarta ou até ingeri-la. Isto vai levar a necrose da língua que pode mesmo acabar por cair. Adicionalmente, o contacto com os pelos também pode provocar uma reacção anafilática (que pode ser fatal).

 

Sinais clínicos:

  • Inchaço da língua, boca;
  • Salivação;
  • Dificuldades em manter a língua dentro da boca (devido ao inchaço);
  • Tentativas de deglutição;
  • Vómitos;
  • Dificuldades em respirar;
  • Conjuntivite (se houver contacto com os olhos).

 

O que fazer em caso de contato com a lagarta/pêlos:

- Contactar imediatamente o médico-veterinário;

- Lavagem cutânea abundante da zona afetada com água quente para remover os pelos que não estejam fixos na pele e mucosas;

- Em caso de inchaço da língua, lavar com água quente porque ajuda a desativar a toxina;

- Evitar que o animal se lamba porque pode ingerir pelos da lagarta.

 

Como prevenir:

- Manter-se afastado de zonas infestadas pela lagarta. Caso isto não seja possível, usar sempre trela e estar atento ao comportamento do animal;

- Se encontrar lagartas-do-pinheiro em espaços públicos de áreas urbanas deve contactar a Proteção Civil, a Câmara Municipal ou com os serviços regionais do ICNF (neste link);

- Se encontrar lagartas-do-pinheiro na sua propriedade, entre neste link para saber as medidas de controlo que deve tomar.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.